sexta-feira, 2 de julho de 2010

Taça Jules Rimet

"A Deusa da Vitória elevando as mãos para os céus e segurando uma taça de oito lados"
Altura: 35 cm
Peso: 3,8 Kg
Custo: 50.000 Francos
Material: Ouro Puro com a base de mármore de lápis-lazúli azul.
Na base, várias placas com o nome gravado dos campeões mundiais de 1930 a 1970.

Criador: Abel Lafleur (1875 - 1953)

Em 1930, a Taça do Mundo viajou no navio Conte Verde da Europa até o Uruguai para se encontrar com o primeiro campeão Mundial da História: o Uruguai.
Em 1934, viajou para a Itália de Mussolini e se encantou com os súditos fascistas e por lá ficou.
Em 1938 foi pra França, mas sentiu saudades da Esquadra Azurra e para as mãos italianas voltou.
Depois disso com medo da II Guerra Mundial que assolava o mundo, a Taça do Mundo ficou escondida na casa do italiano Ottorino Barasi.
Em 1950 não resistiu aos encantos das terras brasileiras e foi passear por lá. Só que os anfitriãos brasileiros fizeram pouco caso dela e a entregaram de mãos beijadas aos uruguaios.
Em 1954 voltou para a Europa e desembarcou na Suíça. Os húngaros bem que tentaram, mas a Taça do Mundo correu para os braços dos alemães.
Em 1958 após uma reconciliação, se encantou com o futebol brasileiro em terras suecas e não pensou duas vezes antes de se lançar nas mãos verde e amarela.
O tempo de convívio com o Brasil não foi suficiente para que a taça quisesse ir para outro lugar e em 1962 no Chile não quis nem saber e continuou entre os brasileiros.
Antes porém da Copa de 1966, ela foi roubada e enterrada em Londres, mas graças ao cão Pickles, ela foi recuperada e devolvida para a disputa do Mundial.
Em 1966, se encantou com as belezas de Londres e das mãos da Rainha foi entregue aos seus súditos ingleses.
Finalmente em 1970 já cansada de tanto viajar, ela decidiu parar. Mas ainda estava em dúvida para qual lugar iria depois da sua aposentadoria: Brasil ou Itália? Depois de muito pensar escolheu o Brasil para se eternizar.
Em 1983 ela foi cruelmente assassinada no Rio de janeiro sendo impiedosamente derretida e tristemente virada pó. Há quem diga que a Taça Jules Rimet original nunca foi entregue ao Brasil e que está em algum lugar do mundo escondida pela FIFA. Sem dúvidas, este é um dos maiores tesouros perdidos da humanidade e hoje é somente uma eterna lembrança para que lembremos de que um dia ela existiu...





4 comentários:

  1. A Jules Rimet era um arraso na parte estética. Muito bonita. Já a atual, horrorosa, parece estar derretendo
    Marcos Tony

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkk derretendo? é o charme rs
    Mas a Jules Rimet era sensacional né? pena q se foi

    ResponderExcluir
  3. nossa a Jules Rimet era um espetaculo a parte sem muito design arrojado ! fora a Classe q ele oferecia pena q virou pó

    Danilo

    ResponderExcluir

Curta o nosso FACEBOOK pelo link:
https://www.facebook.com/trofeusdofutebol

Deixe aqui seu comentário sobre essa matéria.

Idiomas / Language

=============