terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Chuteira de Ouro da Europa (Bota de Oro / European Golden Shoe)


Atribuída desde 1997 pela European Sports Magazines, a chuteira de ouro premia o maior artilheiro na temporada do futebol europeu. Porém, nem sempre quem fez mais gol na Europa é o vencedor do prêmio, pois foi criado um coeficiente para tornar a disputa mais justa e equilibrada. Tal coeficiente evita que um jogador de uma liga muito fraca e que marca muitos gols em times fracos seja o vencedor disputando com grandes artilheiros de ligas bem fortes na Europa. Esse coeficiente faz uma média entre o número de gols com a dificuldade do campeonato em que o jogador marca o gol.

Mas essa disputa "mais justa" não era assim antigamente. Originalmente, o prêmio era concedido pela revista francesa L'Équipe desde 1968 e premiava o maior artilheiro, independente do nível do campeonato local. Após uma grande confusão na premiação de 1991 quando o Chipre reivindicou o prêmio a um jogador local alegando ter feito mais gols que o premiado oficial, o prêmio foi suspenso de 1992 a 1996. Historicamente, esses anos tem reconhecidos seus vencedores, porém eles nunca receberam a chuteira de ouro oficialmente.

Atualmente, a chuteira de ouro da Europa é um dos prêmios individuais mais valorizados pelos jogadores que jogam na Europa e seu troféu consiste em uma chuteira toda dourada fincada numa pequena plaqueta. Em alguns anos, a chuteira teve 3 listras pretas destacadas entre o seu dourado majoritário. Antes de 1997, não havia a plaqueta sustentando a chuteira. 

2016 Luís Suárez (Uruguai) - Barcelona 40 gols

2015 Cristiano Ronaldo (Portugal) - Real Madrid 48 gols

2014 Luís Suárez (Uruguai) - Liverpool 31 gols 

 2014 Cristiano Ronaldo (Portugal) - Real Madrid 31 gols

 2013 Lionel Messi (Argentina) - Barcelona 46 gols

2012 Lionel Messi (Argentina) - Barcelona 50 gols

  2011 Cristiano Ronaldo (Portugal) - Real Madrid 40 gols

 2010 Lionel Messi (Argentina) - Barcelona 34 gols

 2009 Diego Forlán (Uruguai) - Atlético Madrid 32 gols

  2008 Cristiano Ronaldo (Portugal) - Manchester United 31 gols

 2007 Francesco Totti (Itália) - Roma 26 gols

2006 Luca Toni (Itália) - Fiorentina 31 gols

 2005 Diego Forlán (Uruguai) - Villareal 25 gols

 2004  e 2005 Thierry Henry (França) - Arsenal 30 e 25 gols

2003 Roy Makaal (Holanda) - La Coruña 29 gols

2002 Mário Jardel (Brasil) - Sporting 42 gols

2001 Henrik Larsson (Suécia) - Celtic 35 gols

2000 Kevin Phillips (Inglaterra) - Sunderland 30 gols

 1999 Mário Jardel (Brasil) - Porto 36 gols

1998 Nikos Machlas (Grécia) - Vitesse 34 gols

1997 Ronaldo (Brasil) - Barcelona 34 gols

1996 Zviad Endeladze (Geórgia) - Margveti 40 gols

1995 Arsen Avetisyan (Armênia) - Homenetmen 39 gols

1994 David Taylor (País de Gales) - Porthmadog 43 gols
 
1992 e 1993 Ally McCoist (Escócia) - Rangers 34 gols

 1991 Darko Pancev (Iugoslávia) - Estrela Vermelha 34 gols

1990 Hristo Stoichkov (Bulgária) - CSKA Sofia 38 gols

1990 Hugo Sanches (México) - Real Madrid 38 gols

1989 Dorin Mateut (Romênia) - Dínamo Bucareste 43 gols

1988 Tanju Colak (Turquia) - Galatasaray 39 gols

1987 Tony Polster (Áustria) - Austria Viena 39 gols

1986 Marco Van Basten (Holanda) - Ajax 37 gols

1985 Fernando Gomes (Portugal) - Porto 39 gols

1984 Ian Rush (País de Gales) - Liverpool 32 gols

1983 Fernando Gomes (Portugal) - Porto 36 gols

1982 Wim kieft (Holanda) - Ajax 32 gols

1981 Georgi Slavkov (Bulgária) - Botev Plovdiv - 31 gols

1980 Erwin Vandenbergh (Bélgica) - Lierse 39 gols

1979 Kees Kist (Holanda) - Alkmaar 34 gols

1978 Hans Krankl (Austria) - Rapid Vienna 42 gols

1977 Dudu Georgescu (Romênia) - Dínamo Bucaresti 47 gols

1976 Sotiris Kaiafas (Chipre) - Omonia Nicosia 39 gols

1975 Dudu Georgescu (Romênia) - Dínamo Bucaresti 33 gols

1974 Héctor Yazalde (Argentina) - Sporting 46 gols

1973 Eusébio (Portugal) - Benfica 40 gols

1972 Gerd Muller (Alemanha) - Bayern Munique 40 gols

1971 Josip Skoblar (Iugoslávia) - Marseille 44 gols

1970 Gerd Muller (Alemanha) - Bayern Munique 38 gols

1969 Petar Zhelov (Bulgária) - CSKA Sofia 36 gols

1968 Eusébio (Portugal) - Benfica 43 gols



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta o nosso FACEBOOK pelo link:
https://www.facebook.com/trofeusdofutebol

Deixe aqui seu comentário sobre essa matéria.

Idiomas / Language

=============

CONTADOR DE PAÍSES (desde out/2017)

Flag Counter