3 de setembro de 2020

Cadê o troféu do Torneio Rio-São Paulo dos anos 50 e 60?

Mário Filho era jornalista, proprietário do Jornal dos Sports, e um dos maiores entusiastas do futebol brasileiro do seu tempo. Não a toa, teve a honra de ser homenageado com o nome oficial do maior estádio do Brasil: o Maracanã.

Outro feito conseguido por Mário Filho, foi planejar e executar junto às federações de futebol do Rio de Janeiro e São Paulo, um torneio que reunisse os grandes times do Brasil na época. Após um torneio isolado em 1933 e outro inacabado em 1940, Mário Filho trouxe de volta em 1949, o Torneio Rio São-Paulo. E para isso, doou um troféu digno para a maior competição de futebol do Brasil: a Taça Jornal dos Sports.

O regulamento previa que o troféu seria de posse transitória e o campeão atual guardaria o troféu e devolveria após o torneio ter um novo campeão no ano seguinte. Quando o mesmo time ganhasse 3 vezes seguidas ou 5 vezes no total, ganharia o direito de conquistar essa taça definitivamente.


Pesquisando nos arquivos do Jornal dos Sports, encontramos a trajetória do cobiçado troféu, e de fato, ele era entregue anualmente e temporariamente ao campeão, sendo devolvido para ser entregue ao próximo campeão. Nota-se a falta de imagens tradicionais dos jogadores em campo erguendo o troféu e fazendo festa após a partida final. Isso se deve ao fato de que o troféu só era entregue pelo campeão anterior somente após conhecido o novo campeão. E essa entrega tinha vezes que levava dias, semanas ou até meses.

Conforme mostra nos recortes abaixo, registros da entrega do troféu aos campeões em 1950, 1951 e 1957:


Conforme podemos notar, há registros que mostram a trajetória do troféu, conforme previsto no regulamento. Abaixo, mais alguns registros de 1958, 1959, 1961 e 1963. 





O troféu era de prata, muito bem trabalhado e detalhado e possuía uma base solta de madeira que trazia placas com o nome de seus campeões. Segundo o Jornal dos Sports em matéria de 1964, o troféu estava avaliado em 1 milhão de cruzeiros.


Quando o título foi dividido entre Botafogo e Santos em 1964, não localizamos registros de com quem ficou a posse o troféu no período. Porém, em 1965, o Palmeiras recebeu o troféu após a conquista do torneio. E é aí que as coisas mudam, pois foi o último registro de entrega do troféu, localizado em nossa pesquisa. 


Vale mencionar que em alguns anos tiveram outros troféus secundários oferecidos por outras pessoas e, por isso, alguns clubes tem outros modelos de troféus em seus memoriais de conquistas, ao contrário da Taça do Jornal dos Sports que era a principal e não se faziam réplicas para os clubes campeões.

Em 1966, aconteceram três fatos que contribuíram para a confusão e talvez, para o desaparecimento da taça:

1 - o torneio acabou com 4 times na liderança e por falta de datas disponíveis por causa da Copa do Mundo naquele ano, declararam os 4 times como campeões: Botafogo, Corinthians, Santos e Vasco.
2 - Morre Mário Filho, idealizador e entusiasta do troféu e torneio.
3 - acabou sendo a última edição do Torneio Rio-São Paulo, pois no ano seguinte é inaugurado o Torneio Roberto Gomes Pedrosa que incluiu times de outros estados e que mais tarde seria oficializado como campeonato brasileiro.

Diante desses fatos, os registros do histórico troféu desaparecem e não se sabe com quem ficou. Existem muitas teorias, mas nenhuma delas é confirmada:
* Palmeiras como campeão de 1965 e último campeão sozinho não chegou a devolver o troféu?
* o troféu teria sido devolvido para o Jornal dos Sports?
* o troféu ficou com a federação do Rio ou de São Paulo?
* Corinthians e Santos acabaram tendo mais títulos com 4 cada um. Teria ficado com algum deles?
* nenhuma das opções anteriores e simplesmente sumiu?

Diante desse relato histórico, de um dos torneios mais importantes do futebol brasileiro, se alguém tiver informação do paradeiro desse importante troféu, por favor, entre em contato conosco, através dos comentários ou de nossa página no facebook "Troféus do Futebol".

Fonte das imagens: Jornal dos Sports

Galeria dos campeões do Torneiro Rio-São Paulo:

Pesquisa feita por: Ariel Carvalho - Blog Troféus do Futebol.
Agradecimento: Albert Faria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário sobre essa postagem: