23 de setembro de 2020

Central de Caruaru recebeu troféu da Série B, 33 anos depois.

Em 1986, não há um campeão oficial da Série B do Campeonato Brasileiro. A competição era dividida em quatro grupos com nove equipes cada, e os vencedores de cada grupo subiriam para a Série A: no caso, Treze (PB), Central de Caruaru (PE), Inter de Limeira (SP) e Criciúma (SC). Nunca houve uma fase final entre estes quatro, e por isto a CBF não considera nenhum dos quatro como campeão. A primeira divisão com a participação dos quatro, inclusive, foi realizada naquele mesmo ano, mas só terminou em março de 1987 com o título do São Paulo.

Mas, muitos torcedores dos quatro clubes vencedores de seus grupos, se consideram campeões e o Central de Caruaru foi mais longe e, em 2019, recebeu um troféu doado por um torcedor para comemorar essa conquista 33 anos depois do contestado título.


-

Um comentário:

  1. Mesmo postando como anônimo meu nome é Edilson de Belém do Pará. Sobre essa taça recebida pelo Central, eu não queria tirar as forças desses time pernambucano e seus torcedores, mas digo que é coisa sem graça e sem nexo. Emoção mesmo é você levantar a taça dentro de campo com reconhecimento oficial da CBF, entidade maior do futebol nacional. Se essa moda pega, o que vai ter de clube se autoproclamando campeão e recebendo taça encomendada e entregue por seus torcedores não está no gibi. Um desses vai ser um time de Belém que venceu um torneio 99 % amador no fraco futebol venezuelano há 70 anos, e se julga campeão mundial lá. rsrsrs

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário sobre essa postagem: